© 2015 by www.artenice.com

Show More

CO-CRIAÇÂO

A criação de novos produtos necessita uma extrema finura no conhecimento do seu mercado, dos seus consumidores, mas isso geralmente não é suficiente.

 

É nessa lógica que o instituto Artenice desenvolveu estratégias de co-criação, para colocar o consumidor no coração do processo de lançamento de novos produtos: grupos de discussão, “brainstorming”, observação ou criação de comunidades on-line, concursos de criatividade, “crowdsourcing”...

 

O princípio de inovação compartilhada o mais difundido consiste em solicitar uma comunidade de usuários para responder a uma necessidade específica. A co-criação pode ser inserida em todas fases de criação: elaborar uma linha de produtos ou inventar novos conceitos, desenvolver uma tecnologia, imaginar uma embalagem, organizar um grupo de bêta-testadores...

 

Graças a sua presença em vários países, ao número de consumidores com quem a Artenice interage cada dia, ao seu grande conhecimento das redes sociais e do monitoramento na Internet, podemos comunicar e testar os seus projetos em um público amplo a nível mundial.

 

A co-criação pode ir ainda mais longe. Por exemplo, utilizar a experiência cliente acumulada pelos funcionários. Os resultados têm um impacto real na qualidade dos produtos criados ou o nível de satisfação dos clientes.

 

Da operação de comunicação ao processo de trabalho, mas também na transformação mais radical da empresa e sua organização, a co-criação toma assim numerosos caminhos. Uma revolução está em andamento.

 

Para conduzir tais projetos é fundamental montar uma equipe que vai além do quadro estrito do marketing e da comunicação. A Artenice cria para um projeto uma equipe capaz de desencriptar as expectativas e reações dos consumidores, como sociólogos, etnólogos, antropólogos, psicólogos, engenheiros, universitários... cada um trazendo o seu conhecimento do consumidor, de seu comportamento e de seu ambiente. 

 

O instituto de pesquisa que pensa mais longe